Importância de fazer um plano de negócios como revendedor 

Importância de fazer um plano de negócios como revendedor Revender requer estratégia, dedicação e esforço direcionado. Afinal, é muito mais fácil fechar uma venda para o público certo, concorda? Um plano de negócios te ajuda a criar uma boa carteira de clientes, ter mais lucro e tempo para suas outras atividades. Ele organiza as etapas do seu trabalho, deixando tudo mais simples, evitando muitas dores de cabeça.

Faça seu projeto aos poucos, aprendendo todas as etapas necessárias para ter sucesso na revenda. Veja esse exemplo de plano de negócios pronto para se inspirar e usar de modelo para montar o seu. Se achar que a elaboração do plano é muito complicada ou não tem tempo nesse momento, pode contar com o apoio de algum profissional para fazer contigo.

Mas não deixe de fazer, o plano de negócios pode ser um divisor de águas no seu negócio de revendas. Isso porque vai te garantir mais tranquilidade e lucro, deixando suas compras promocionais muito mais estratégicas e trazendo ótimos resultados em curto prazo.

O que é e como o plano de negócios pode te ajudar

A elaboração de um plano de negócios requer tempo para pensar nas estratégias mais adequadas, te fazendo direcionar melhor os esforços e recursos disponíveis. Afinal, ele é um documento que vai mostrar quais são os pilares do seu negócio, como as operações vão ocorrer, estruturando não apenas a parte financeira e comercial, mas também a comunicação e outras partes vitais do seu negócio.

Sim, trabalhar com revendas é ter um grande negócio em mãos e deve ser feito com profissionalismo. O plano de negócios vai te ajudar a ter um olhar mais estruturado sobre seu trabalho, trazendo melhores resultados. Entre eles, lucro, eliminação do retrabalho, melhor comunicação dos seus produtos, maior retorno financeiro e tempo livre – afinal, quando está tudo em ordem, não se precisa apagar incêndio o tempo todo.

Estrutura de um plano de negócios simples

Estrutura de um plano de negócios simples

A estrutura de um plano de negócios simples não requer tantos elementos quanto um completo, a exemplo do resumo ou  sumário executivo, a não ser que você opte por isso. Mas existem áreas que são vitais para o sucesso do seu planejamento. Primeiro de tudo, você precisa estabelecer a missão, visão e valores fundamentais. Depois, faça um diagnóstico de como está a situação interna do seu negócio hoje, apresentando pontos fortes e fracos, além de ameaças e oportunidades que o mercado apresenta.

Unindo esses pontos e conhecendo mais a fundo seu público alvo, dá para começar a pensar em uma estratégia, definindo objetivos, metas e tarefas – inclusive financeiras. 

A parte financeira pode parecer desafiadora, mas se você não domina o excel, pode contar com o apoio de aplicativos para te ajudarem e claro, a rede está cheia de dicas de como ir bem em matemática. Ainda assim, mesmo que tenha apenas um caderno com o controle de entradas e saídas, precisa fazer a gestão financeira. 

Como apresentar um plano de negócios

Se você trabalha em parceria com alguém ou pretende fazer algo mais robusto, como uma loja física ou virtual, você provavelmente vai precisar apresentar suas ideias. Uma ótima forma de fazer isso é colocar em slides e mostrar em uma sequência lógica, o porquê de se investir nesse negócio.

Para que funcione bem, seja claro, direto e procure colocar poucas informações nos slides, explicando os pontos. Imagens, gráficos e infográficos também ajudam muito. Para fazer sua apresentação, conte com aplicativos comuns como o Powerpoint ou ferramentas online como o Canva, Google Slides, Prezi e outras tantas. Agora, o mais importante, implemente seu plano, revise sempre e ajuste o que for necessário, crescendo de forma organizada e consistente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.